Controle de navegação dos funcionários: vale a pena investir?

posted in: Servidor Internet | 0

A internet é uma ferramenta maravilhosa para comunicação, troca de informações e trabalhos diversos, mas se não for controlada nas empresas também pode se tornar uma fonte de distração e gerar muitas horas perdidas dos colaboradores.

A melhor maneira de sanar este problema é criar uma política clara de uso da internet e ter um controle de acessos. No entanto, muitos empresários acabam esbarrando em dois problemas: como restringir o acesso sem impactar no trabalho do pessoal e quais os custos inerentes à adoção de uma tecnologia para controlar a navegação dos funcionários.

O objetivo deste artigo é responder as duas perguntas.

Será que é realmente necessário investir em controle de navegação dos funcionários?

A internet está cada vez mais presente na vida das pessoas, tanto no trabalho como nas horas de lazer. Contudo, se não for controlada, seus funcionários não apenas podem perder horas de trabalho como também colocar em risco a segurança da empresa ao acessar determinados conteúdos.

Para se ter ideia, não são apenas as empresas que têm problemas com distrações na internet. Muitos autônomos e freelancers têm investido em softwares e ferramentas para ajuda-los a monitorar seu tempo ocioso versus produtivo.

Portanto, a resposta para a pergunta é sim – adotar tecnologias para controle de navegação e formalizar uma Política de Acesso são práticas essenciais para preservar a produtividade e segurança das empresas.

Como é feito o controle de navegação?

Hoje em dia o controle de navegação está cada vez mais sofisticado, se adaptando às necessidades e particularidades de cada organização. Confira as principais:

  • Bloqueio de URL: Basicamente, é possível determinar quais sites serão bloqueados. Com isso é possível bloquear redes sociais, sites de jogos, compras ou qualquer outro tipo de conteúdo improdutivo que geralmente é acesso pelos funcionários.
  • Tempo de Navegação: Pode-se liberar cotas diárias ou semanais de uso livre da internet. Por exemplo, uma empresa pode determinar que cada funcionário terá 30 minutos diários para acessar redes sociais, YouTube, sites de compras etc.
  • Bloqueio de Download: Se a sua empresa enfrenta muitos problemas com segurança e ataques, este recurso irá bloquear o download de arquivos potencialmente perigosos. Além disso, ainda irá ajudar a manter a velocidade da rede.
  • Bloqueio de Dispositivos Móveis: Mesmo bloqueando a rede, os colaboradores ainda terão acesso por meio de seus smartphones. Para evitar isso, atualmente existe vários recursos que realizam o bloqueio de tais dispositivos.
  • Liberação de excessões: É possível ter uma lista de excessões aos bloqueios, permitindo alguns celulares ou notebooks ter acessos ilimitados.
  • Rede visitantes: É muito importante que a rede para visitantes, se existir, fique totalmente isolada da rede do escritório, por uma questão de segurança e controle.

Todas essas ações podem ser instaladas e configuradas através de um servidor de internet empresarial, que basicamente é um computador instalado na empresa que verifica todas as informações que chegam e saem dos computadores dos funcionários.

Como realizo este controle sem gerar custos?

Os custos relacionados ao controle de acessos não serão apenas financeiros: irá demandar tempo da equipe de infraestrutura para selecionar a melhor solução e tempo da equipe de gestão para criar a política de acesso e definir as reais necessidades no controle de navegação.

Um caminho que muitas empresas acabam tomando, e que têm o menor custo-benefício, é contratar uma empresa terceirizada para realizar a instalação e manutenção do controle de navegação através de um servidor de internet.

Normalmente essas empresas especializadas já trazem boa experiência neste assunto por trabalharem com empresas e situações diversas.

Além disso, a empresa terceirizada também consegue implementar as soluções com relativa agilidade e segurança, evitando custos adicionais de instalação.

Em outras palavras, contratar uma empresa especializada na instalação e manutenção de servidores de internet não apenas poupa recursos financeiros, como também tempo e “dor de cabeça” no futuro.